AL 11
quinta, 15 de novembro de 2018

Direitos Humanos

Pessoa com Deficiência é tema de palestra na Semana de Direitos Humanos

Por: Leomar Alves Rosa08/11/2018 às 14:13
ComentarCompartilhar

Com mais de 22 anos de ativismo na área dos Direitos Humanos, a pedagoga Telma Nantes ministrou na manhã desta quinta-feira (10.11), no auditório da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), na Capítal, palestra relatando as dificuldades e os progressos da pessoa com deficiência na sociedade.

De acordo com o último censo do IBGE, o Brasil possui 45 milhões de Pessoas com Deficiência (PCDs), o que representa quase 24% da população brasileira com algum tipo de deficiência.

A ativista de Direitos Humanos, como se autodenomina, e pedagoga Telma Nantes. Foto: Sedhast

A ativista de Direitos Humanos, como se autodenomina, alertou que mesmo com todas as evoluções tecnológicas e de pensamento da humanidade, muito ainda precisa ser realizado para que a pessoa com deficiência desfrute do seu merecido lugar na rotina diária, no mercado de trabalho e até mesmo no convívio social. “Antes da deficiência, somos pessoas. Muitas vezes, por exemplo, vamos ao supermercado, acompanhado por alguém, e pelo fato de sermos cega, não recebemos nem a palavra, sendo que nosso acompanhante que é cumprimentado pelas outras pessoas. Isso tem que mudar”, relatou.

Telma também fez um apelo para que as pessoas com deficiência busquem seus direitos. “As pessoas com deficiência não podem ficar caladas. Elas têm que buscar o direito que está garantido nas legislações. Não podemos ficar num canto apenas, temos que lutar”.

Outra lembrança apontada pela palestrante, que trabalha no Instituto Sul Mato Grossense para Cegos Florivaldo Vargas (Ismac), foi quanto à acessibilidade. “Temos que ter em mente que o limite não está na pessoa com deficiência, mas sim no objeto, no meio. Se um aparelho celular não atende minhas necessidades, ele é limitado e não eu. Se uma calçada não atende o que preciso para me locomover com segurança, ela é limitada e não eu”, explicou.

A titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, realizou a abertura da palestra. Foto: Sedhast

A titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, realizou a abertura da palestra ressaltando a importância do tema. “Contar com a palestra da Telma Nantes, relatando suas experiências, é uma oportunidade que temos de nos atentarmos ainda mais para o direito do próximo, do outro, reforçando ainda mais o que é Direitos Humanos na prática”, disse.

Promovida pela Sedhast, a II Semana Estadual de Direitos Humanos tem o objetivo de aproximar ainda mais a sociedade da temática Direitos Humanos, e faz alusão à lei estadual 4.771/2015 e ao Dia Mundial de Direitos Humanos, comemorado em 10 de dezembro.

programação completa da II Semana Estadual de Direitos Humanos pode ser conferida.

Deixe seu Comentário
Grupo de Teatro em Campo Grande - MShttps://www.facebook.com/grupoteatralfaltaum/

TV MS

04 de novembro de 2018
Entrevista - Alessandra Maestrine e Mirna Rubim falam sobre o espetáculo 'O Som e a Sílaba'

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma