27 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 23º

Arroba do boi gordo deve aumentar 6,2% neste ano

 Neste ano o preço do boi gordo no Estado pode ser de até R$ 102,00, em seu preço à vista. Caso a projeção seja confirmada, vai superar em 6,2% a média registrada no ano passado, quando o preço do boi gordo foi de R$ 96,00 a arroba. Os preços são conforme projeção do sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS).

Os valores positivos devem ser mantidos durante  o ano, pois a oferta tende a permanecer restrita neste ano. Com os eventos da Copa do Mundo e as eleições, a demanda interna e externa de carne bovina deve aumentar, aumentando assim os preços do setor.

O setor também será beneficiado com a valorização do real em relação ao dólar, permanecendo a R$ 2,40 ao longo do ano. Outro ponto importante é que alguns países, como os Estados Unidos, já atingiram seu limite de produção, fazendo com que o Brasil ganhe competitividade no mercado internacional.

Em janeiro, a previsão é de que o preço do boi gordo registre média de R$ 102,28 a arroba, 13,2% acima da média atingida em janeiro de 2013 (R$ 90,36 a arroba). O pico do preço do boi gordo está previsto para o mês de novembro, estimado em R$ 109,33 a arroba, uma vez que o período é historicamente de incremento nas cotações do setor com o aumento das compras para as festas de final de ano e com a proximidade das férias escolares.

Já a vaca gorda deve ter uma média de R$ 96.,65 a arroba, com elevação de 7,4% em relação a 2013, quando a comercialização do animais teve a média de R$ 89,97 a arroba.

Tayná Biazus com Assessoria