15 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Consumidores investem 13º em compras de Natal

A Fecomércio/MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul) juntamente com a Fundação Manoel de Barros – Anhanguera realizaram uma pesquisa de opinião pública referente ao comportamento e a expectativa de consumo do 13º salário e em relação às compras de Natal neste ano de 2013. Foi constatado pela pesquisa que no período do Natal deste ano, principalmente no mês de dezembro o Estado terá a soma aproximada de R$ 1,15 bilhões, proveniente do salário mensal dos empregos formais, mais uma cota de R$ 631 milhões referente ao 13º salário. Cerca de 17% dos sul-mato-grossenses irão utilizar para pagar dívidas e mais de 25% dos entrevistados utilizará parte dele para as compras natalinas.  Outros setores terão o investimento do 13º como o pagamento dos gastos do cartão de crédito, cobrir o cheque-especial, reservar para despesas do início do ano, fazer viagem de férias, entre outros.Dos entrevistados, um total de 89% irão comprar presentes. Esta é uma época positiva para o comércio, conforme explica Regiane Dedé de Oliveira, economista da Fecomércio, pois gera empregos temporários, sendo que este ano serão mais de seis mil. “Este é um momento de contratação. Os empresários estão se preparando. Muitos empregos provisórios poderão se tornar efetivos”. Com relação à época em que serão realizadas as compras, a maioria dos entrevistados, cerca de 31% irá realizar dez dias antes, 20% na véspera do Natal e 18% de um mês 10 dias antes do dia 25 de dezembro. Foram entrevistadas cerca de 2.000 pessoas nos 13 maiores municípios do Estado como: Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã e Campo Grande. (Tayná Biazus)