20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Dilma promete inflação no centro da meta em 2014

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira 20 que em 2014 o governo irá "manter esse esforço" para que a inflação fique dentro do centro da meta, como aconteceu em 2013. "Eu tenho certeza que no ano que vem nós iremos manter esse esforço e nos empenhar cada vez mais para reduzir a inflação como temos feito ao longo dos últimos anos", declarou, em entrevista a rádios de Minas Gerais.

Questionada como conciliaria as metas econômicas com sua campanha à reeleição esse ano, Dilma respondeu que o governo "não faz isso [se esforçar para cumprir as metas] em ano eleitoral não, faz isso todo ano. Desde 2011, nós estamos ali, lutando e batalhando diariamente para primeiro manter os fundamentos econômicos sólidos e segundo para garantir investimentos e políticas sociais".

Segundo ela, "esse é o desafio do governo, não por conta da eleição. É em qualquer momento, em qualquer segundo, em qualquer minuto". "Eu tenho um compromisso permanente com a manutenção dos fundamentos econômicos sólidos", acrescentou. Dilma assegurou a seu sucessor, seja ela ou seja outro, que terá, "inexoravelmente, de lidar com essa questão".

Sobre o índice de inflação registrado em 2013, a presidente citou que houve um "esforço enorme" do governo para mantê-la "o mais baixo possível". "Nesse ano, ela ficou em 5,91%, 0,1% acima do valor do ano passado. Isso está no intervalo da meta. O centro da meta é 4,5%, mas tem uma variação para cima e uma variação para baixo. Nós temos feito um esforço grande pra fazer a inflação convergir para o centro da meta", afirmou.

Portal Brasil 247