28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Economistas apostam em desemprego baixo

images-cms-image-000367406

Economistas acreditam que o mercado de trabalho permaneceu aquecido no primeiro trimestre e apostam em manutenção do baixo nível de desemprego.

A taxa de desemprego, que ficou em 5,1% em fevereiro, subiu ligeiramente, para 5,3%, no mês seguinte, segundo a média de 18 instituições financeiras e consultorias ouvidas pelo Valor Data. Percentual em relação à População Economicamente Ativa (PEA) terá cedido 0,4% sobre março do ano passado, quando foi de 5,7%.

O ministro Manoel Dias também afirmou que o saldo líquido do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês será menor do que o de igual período do ano passado, de 112,5 mil vagas, por causa do Carnaval, mas reforçou que a média do ano será "boa".

Para Rafael Bacciotti, da Tendências Consultoria, os resultados surpreenderam positivamente neste início de ano, assim como os ganhos reais de renda da pesquisa do IBGE.