05 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Internet será 6,7 mil vezes mais rápida em 2020, diz vice-presidente da Sony

Portal IG

Em sete anos, 20% das residências no mundo terão internet até 6,7 mil vezes mais rápida que a atual velocidade média de conexão por banda larga . A projeção foi feita pelo vice-presidente executivo da Sony, Shoji Nemoto, durante o Ericsson Business Innovation Forum 2013, em Tóquio.

“Acreditamos que até 2020, a conexão nestes lares alcançará 20 mil gigabytes por segundo [Gbps]”, afirmou o executivo. Para se ter ideia, a velocidade média da banda larga no mundo foi de apenas três megabytes por segundo (Mbps) em 2012, de acordo com um estudo da empresa Akamai. No Brasil, a velocidade da banda larga é alvo de reclamação e o assunto é monitorado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A Sony possui especial interesse em ver concretizado o acesso à internet ultra-rápida no mundo. Isso deve impulsionar sua nova geração de televisores de resolução 4K - ou ultra HD -, que exigirão uma velocidade de transmissão de dados bem superior à atual.

Foto: Divulgação

15-02-2013_internet

Com resolução quarto vezes maior que o padrão full HD, a tecnologia 4K da Sony está acessível nos Estados Unidos por meio dos televisores da marca. Aparelhos de blue ray, projetados para imagens HD, são compatíveis com o sistema.

“A imagem de alta resolução é o caminho para conduzir a emoção das pessoas, por meio da super realidade”, afirmou o executivo da Sony, ao reforçar que a empresa japonesa vai focar fortemente em áudio e video de alta qualidade nos próximos anos.

A aposta visa reverter os maus resultados financeiros da companhia. No trimestre encerrado em setembro, a empresa japonesa registrou um prejuízo de US$ 197 milhões, apesar de sua receita ter crescido 10,6%. Com o resultado, a Sony baixou sua projeção de lucro do ano em 40%, para cerca de US$ 300 milhões.

4K no Brasil

Televisores de ultra HD chegaram ao varejo brasileiro em julho, nos tamanhos 55 e 65 polegadas, respectivamente com preços de R$ 12.999 e R$ 22.999. Os preços estão longe de ser populares, apesar de a transmissão da tecnologia já ter sido feita no País. A Copa das Confederações foi um exemplo da captação e distribuição em 4K, sistema que também será usado na Copa do Mundo de 2014.