30 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 24º

Mercado prevê resultado fraco para o PIB do 3º trimestre

PIB

A economia deve ter tido um desempenho fraco no terceiro trimestre de 2013 e tem grandes chances de ter apresentado variação negativa, na comparação com o segundo trimestre, segundo os economistas do mercado financeiro. Levantamento do serviço AE Projeções, da Agência Estado, com 47 instituições mostrou que as estimativas são de recuo de 0,50% a uma expansão de 0,20% para o PIB. A mediana ficou em -0,20%.

Na comparação com o período de julho a setembro de 2012, as 42 previsões são de crescimento de 2,00% a 3,00%, com mediana de 2,40%. O resultado será divulgado nesta terça-feira pelo IBGE.

O resultado do terceiro trimestre já levará em consideração a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pela primeira vez em agosto. Na visão dos economistas, como a representatividade do setor de serviços está bem acima de 60% do PIB, a sondagem poderá permitir um retrato mais fiel da economia. A PMS será incorporada ao cálculo do PIB do terceiro trimestre de 2013 em diante, com revisão dos dados desde 2012. Os analistas dizem que, como será a primeira vez que a PMS será incluída no PIB, o trabalho de projetar o resultado fica mais complicado.

No piso do levantamento, o Credit Suisse previu queda de 0,50% para o PIB. "Esse resultado deve ser encarado mais como uma correção após o forte resultado do segundo trimestre do que como uma leitura de tendência, visto que o PIB deve continuar em trajetória de crescimento nos próximos trimestres, ainda que pequena", escreveram os analistas em relatório, lembrando que o País está crescendo pouco, mas não está em recessão.

Agência Estado