24 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 20º

Soja Brasil debate safra e defesa vegetal

Amanhã chegará a Dourados a maior expedição de soja do país. Essa expedição começou em Rondônia e vai percorrer mais de 40 mil quilômetros até março. O fórum será sobre mercado, escoamento e defesa vegetal. O fórum “Projeto Soja Brasil” reúne consultores, pesquisadores, líderes do agronegócio e representantes do governo para debater mercado, escoamento da produção e defesa vegetal e acontece na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Segundo Fabrício Rosa, diretor executivo da Aprosoja Brasil, a escolha dos temas do fórum de Dourados se deu em função das previsões de piora dos problemas de logística no país e dos altos índices de ataque de pragas.Um dos painelistas do fórum, Armando Sá Nascimento Filho, diretor de Defesa Sanitária Vegetal da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia, reforça a importância da discussão sobre a política de combate a pragas e doenças da lavoura, porque acredita que o tema é um problema de todos. Primeiramente a Expedição Soja Brasil teve início em Vilhena, Rondônia, seguindo para Mato Grosso, Estado maior produtor do grão no país, passou por Goiás e chega a Mato Grosso do Sul, onde termina a primeira das cinco rotas. Também tem como objetivo percorrer as principais lavouras  das regiões produtoras dos 13  estados chegando à Argentina, Uruguai e Paraguai. Em dezembro começa a segunda rota da Expedição Soja Brasil, que inclui os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No início de 2014, outras três rotas serão percorridas passando pelos Estados do Maranhão, Piauí, Tocantins, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. E até começo de março, a expedição faz sua segunda rota internacional. A jornada termina no mês de março no município gaúcho de Não-Me-Toque, durante a Expodireto Cotrijal 2014. A Expedição do Projeto Soja Brasil acompanha do plantio à colheita da safra 2013/2014, proporcionando uma consultoria diária com a participação de técnicos, especialistas e analistas de mercado. Mesa de debates Os fóruns promovidos pelo Projeto Soja Brasil contam com nomes de referência no país. Em Dourados, dividem a mesa de debate sobre mercado e escoamento os painelistas Almir Dalpasquale (presidente da Aprosoja-MS), Flávio França Júnior (consultor associado à Safras & Mercado), Ivan Wedekin (diretor-geral da Bolsa Brasileira de Mercadorias), Liones Severo (consultor de mercado do SIM Consult) e Ruy Fachini (diretor-secretário do Sistema Famasul). A segunda mesa vai discutir o combate a pragas e doenças das lavouras, reunindo Armando Sá Nascimento Filho (diretor de Defesa Sanitária Vegetal da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia – ADAB), Glauber Silveira (presidente da Aprosoja Brasil), Luiz Eduardo Pacifici Rangel (coordenador-geral de Agrotóxicos e Afins da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Paulo Degrande (pesquisador e professor da Universidade Federal da Grande Dourados- UFGD). Tayná Biazus