30 de novembro de 2021
São Paulo 39º 24º

LUCRANDO NA PANDEMIA

Brasil: Clínicas particulares dão 'jeitinho' para ter 5 milhões de vacinas à revenda

As clínicas particulares têm de agir rápido, pois só terão até a próxima sexta-feira (29) para fecharem seus pedidos

A- A+

A Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) e a importadora Precisa Medicamentos fecharam acordo para a importação de 5 milhões de doses da vacina Covaxin, da farmacêutica Bharat Biontech, da Índia. As informações são do Valor Econômico.

As clínicas particulares têm de agir rápido, pois só terão até a próxima sexta-feira (29) para fecharem seus pedidos. A expectativa é que as vacinas estejam disponíveis no mercado em abril, após aprovação de registro pela Anvisa.

Segundo o Econômico, as clínicas particulares envolvidas na negociação poderão adquirir um mínimo de 2 mil doses e um máximo de 400 mil. Os valores da dose serão definidos de acordo com a quantia de vacinas adquiridas e serão pagos diretamente à Precisa.

As clínicas que comprarem entre 2 mil e 7,2 mil doses do imunizante pagarão US$ 40,78, por unidade. Já aquelas que optarem por uma encomenda de 7.201 a 12 mil doses, o preço unitário cai para US$ 38. Nos casos de compras de 12.001 a 50 mil doses, o preço é de US$ 36. Entre 50.001 a 100 mil, o custo é de US$ 34,43 e acima de 100 mil doses, US$ 32,71 de acordo com documento que o Valor revelou.

Além das clínicas particulares, o governo federal negocia a compra de um lote de 50 milhões de doses com a Bharat, mas apenas após o final das pesquisas clínicas.