05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

SAÚDE

Campo Grande é 2ª melhor Capital com estrutura para internação

A Capital de Mato Grosso do Sul está com o índice-Covid em 0,01

Campo Grande é a segunda capital, dentre todas do país, com melhor estrutura disponível para internação. Cinco capitais já estão à beira do calapso: Manaus, Macapá, São Paulo, Fortaleza e Palmas.

De acordo com levantamento feito pelo prof. Diogo Ferraz, do Blog Valor Adicionado, com base nas informações do Datasus e do Brasil.io, a capital de Mato Grosso do Sul está com o índice-Covid em 0,01. Enquanto que as capitais que estão em situação de urgência estão com 1.

A situação mais confortável da capital, se deve às medidas urgentes tomadas no início da crise, e por isso é tão importante que as pessoas continuem em casa.

“Estamos em uma situação muito melhor que muitos irmãos, mas não podemos afrouxar e parar de seguir as recomendações internacionais de saúde. Se hoje não estamos em situação crítica e porque agimos rápidos. Continuem firmes em casa, para logo estarmos juntos”, diz o prfeito Marquinhos Trad.

Em Campo Grande há 239 leitos clínicos (enfermaria) exclusivos para atendimento à Covid-19, na rede pública e particular, e 111 leitos de UTI. A Prefeitura está ainda em processo de compra de 150 respiradores, para ampliar os leitos de UTI.

COVID-Index

O COVID-Index mensura a utilização da estrutura hospitalar das regiões brasileiras – capitais, estados e microrregiões. Quanto mais perto de 1, ele mostra que a estrutura hospitalar de uma região está próxima do seu limite ou do colapso.

O índice leva em conta um modelo matemático não-paramétrico alimentado por vários indicadores, como:

  • Quantidade de leitos clínicos
  • Quantidade de respiradores
  • Quantidade de médicos (clínicos, infectologistas e pneumologistas)
  • Número de casos confirmados de coronavirus
  • Número de óbitos por coronavírus