22 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 22º

Tornozeleira

Com câncer, integrante de quadrilha tem prisão substituída por tornozeleira

Diego E Silva Ribeiro está com câncer e, por esse motivo, não será encaminhado à prisão; outros três vão para o presídio

Os ladrões presos ao cair em buraco e integrantes de quadrilha que vendia carro roubado passaram por audiência de custódia nesta segunda-feira (11). Três deles tiveram a prisão em flagrante convertida em preventiva. Outro será monitorado por tornozeleira eletrônica. Isto porque ele está fazendo tratamento de saúde contra um câncer.

Diego E Silva Ribeiro, de 24 anos, e Wesley Matheus Brum Rodrigues, de 21 anos, foram presos no dia 7 de novembro após caírem em buraco durante perseguição policial,no Jardim Nossa Senhora do Perpétuo Socorro,na região do Rita Vieira em Campo Grande. Eles estavam em dois veículos modelo Fiesta roubados da casa de idoso, no Jardim Colibri.

Outros dois homens envolvidos nesse roubo também foram presos. Bruno Eduardo Tangerino Franco, de 20 anos, e Ackson Harley Peixoto da Silva, de 28 anos, foram apontados como responsáveis pela invasão da casa e agressão contra idoso. Um terceiro homem que também participou das ações continua foragido.

O grupo foi preso por investigadores da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos). Com exceção de Diego, todos vão para o presídio.

Diego está em tratamento contra o câncer e tem inclusive consultas médicas já agendadas. Por esse motivo, ao invés de ir para o presídio, ele será monitorado por tornozeleira eletrônica.