01 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 24º

Estupro de vulnerável

Condenado por estupro de vulnerável, avô da vítima é preso após 6 anos do crime

Na tarde desta quarta-feira (17), o Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo e um sargento da Polícia Militar prenderam um homem de 57 anos, condenado por ter praticado o crime de estupro de vulnerável, em 2014.

Na época, uma menina de apenas 8 anos de idade, neta do réu, foi passar as férias escolares na casa dos avós em uma fazenda do município. Conforme informações policiais, em diversas ocasiões o avô beijou a neta na boca e passou as mãos nas suas partes íntimas.  

Após investigações da Polícia Civil, o homem foi indiciado e posteriormente processado no âmbito penal. O réu foi condenado a 12 anos de reclusão em regime fechado e a sentença transitou em julgado apenas neste ano de 2020 e há poucos dias saiu o mandado de prisão em seu desfavor.

De posse do mandado, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), juntamente com a autoridade policial e um sargento da PM realizaram diligências para localização do paradeiro do suspeito. E então, na quarta-feira, a equipe prendeu o condenado em uma fazenda, distante a mais ou menos 90 km do centro de Ribas do Rio Pardo, nas proximidades da rodovia MS-357.

O indivíduo recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia de polícia. Ele permanecerá custodiado em uma das celas e, posteriormente, será transferido a presídio em Campo Grande.