21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

Empregos

Cultivo de frutas e hortaliças gera 13 milhões de empregos no País

Relatório detalha principais culturas e tecnologia na produção

A- A+

O cenário da agropecuária brasileira aponta para uma nova realidade produtiva: o cultivo de hortaliças e frutas soma 37 milhões de toneladas anuais e gera 13 milhões de empregos no Brasil. Além disso, do montante produzido, entre 3% e 5% são exportados para outros países. 

As informações foram divulgadas pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), pela Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (ABRAFRUTAS) e pelo programa Hortifruti Saber & Saúde. As informações foram reunidas a partir de análise de dados, entrevistas com profissionais do setor e métodos estatísticos.

Destaque para a utilização racional de insumos agrícolas e a adoção de tecnologia em 24 espécies cultivadas.A fertilização foi identificada como um dos manejos mais importantes, uma vez que seu uso correto resulta em um uso mais racional de defensivos. A irrigação e as práticas culturais, a exemplo das podas, também são fatores decisivos na produtividade e no sucesso dos agricultores de frutas e hortaliças.


TECNOLOGIA EM ALTA

A adoção dessas e de outras tecnologias, segundo o relatório, é alta nas culturas de mamão, melão e brócolis, nas quais sua aplicação é superior a 50%. Considerando os cultivos em que a maior parte dos produtores tem perfil de médio ou alto uso de tecnologia, poderemos citar, entre as frutas: abacate, limão, manga, maçã e morango. Entre as hortaliças, cebola, pimentão e tomate. 

A coordenadora científica do programa Hortifruti Saber e Saúde, Adriana Brondani, destaca a importância do relatório para o setor produtivo.

"Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 87% dos brasileiros vivem em regiões urbanas, muitos sem raízes ou contato com a realidade rural, gerando dificuldade no entendimento sobre como os alimentos são produzidos e chegam até suas mesas. Com isso, o objetivo do relatório é promover esse conhecimento, desmistificando a atividade e mostrando o seu potencial de crescimento, assim como a adoção de tecnologia no campo", pontua.

A partir de dados disponíveis no mercado, entrevistas com profissionais de destaque no setor e com base em métodos estatísticos, foi possível fazer extrapolações que resultaram em dados que representam o perfil médio do produtor em 24 cultivos (abacate, abacaxi, banana, goiaba, laranja de mesa, limão, mamão, manga, melancia, melão, maçã, morango, uva de mesa, batata, cebola, cenoura, feijão vagem, pepino, pimentão, tomate de mesa, alface, brócolis, couve, repolho).

*Com informações da Assessoria de Imprensa