02 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 23º

Covid-19

‘Dinheiro nenhum vai fazer eu dar mais um abraço no meu pai’, diz filha de vítima da covid-19

'Em três dias que ele se sentiu indisposto, em três dias ele faleceu', conta jovem

Filha do aposentado Antônio Zumpichiatti, 70 anos, morto por covid-19, Gabriella Zumpichiatti lamenta o discurso que privilegia a preservação da economia em detrimento das vidas.

“Gente, a economia, emprego, trabalho, eu entendo que cada um vive uma situação, mas não tem dinheiro nenhum que vai fazer eu dar mais um abraço no meu pai, entendeu?”, disse ao G1.

A doença evoluiu de forma rápida e brutal. “Em três dias que ele se sentiu indisposto, em três dias ele faleceu. A dor que eu sinto hoje eu espero que ninguém sinta também”, enfatiza Gabriella.

Antônio faz parte de uma estatística tenebrosa no Rio de Janeiro. O Estado contabiliza 402 mortes em decorrência da covid-19, segundo balanço deste domingo (19). Outros 185 óbitos suspeitos também são investigados.