29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Eliminado

Eliminado do BBB responde dois processos por estupro e um por tentativa

Os casos aconteceram entre 2014 e 2018, mas o ex-BBB prefere manter silêncio diante dos questionamentos

Recém eliminado do Big Brother Brasil 2020, Felipe Prior responde duas acusações de estupro e uma por tentativa de estupro. Os casos aconteceram entre 2014 e 2018, mas o ex-BBB prefere manter silêncio diante dos questionamentos.

De acordo com o G1, os advogados das vítimas falaram do caso, enquanto que Prior recusou conversar sobre as acusações. Segundo uma das denúncias, duas meninas teriam aceitado carona de Prior no final de uma festa de faculdade no dia 9 de agosto de 2014.

Uma ele deixou em casa e no caminho para levar a outra menina, ele teria forçado a jovem a ter relação sexual.  Prior teria desligado o carro, foi para cima da menina e começou a tirar a roupa da jovem, que disse não. Ele puxou a menina para o banco de trás, tirou a roupa dela e abriu a própria calca, deixando seu genital para fora.

A jovem disse que estava embriagada e não conseguia oferecer resistência física, mas falou não a ele muitas vezes, deixando claro que não queria ter relações sexuais. Felipe teria reagido dirigindo-se a ela aos gritos, dizendo “para de ser fresca, no fundo voce? quer, na?o e? hora de se fazer de difi?cil” e, diante das seguidas negativas, teria  insistido : “quer sim”. Neste momento Felipe teria estuprado Themis.

As outras duas denúncias não foram reveladas.