29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Força-tarefa

Em 12 dias, força-tarefa fiscaliza 5 mil imóveis e elimina 399 focos do Aedes

Ação atingiu bairros Noroeste, Centro, Macaúbas, Los Angeles e Alves Pereira

De 19 a 30 de dezembro de 2019, força-tarefa formada por 170 agentes de combate às endemias vistoriou 5.083 imóveis em bairros de Campo Grande. A ação resultou na eliminação de 399 focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e febre chikungunya.
 
 
O balanço foi divulgado pela CCEV (Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais), subordinada à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).
 
A ofensiva foi concentrada nos bairros Noroeste, Centro, Macaúbas, Los Angeles e Alves Pereira, que apresentaram índice de infestação predial superior a 1% e menor que 3.9%, faixa de alerta.
 
De acordo com a Sesau, a ação segue na primeira semana do ano nas regiões de Alves Pereira e Los Angeles.
 
Registros - A pasta divulgou que foram notificados 39.301 casos de dengue em Campo Grande, de janeiro a dezembro de 2019. Destes, 19.647 foram confirmados e oito terminaram em mortes.
 
O ano passado ainda contou com 438 casos de zika e 243 de chikungunya na Capital.