11 de abril de 2021
Campo Grande 33º 22º

Decisão

Em assembleia, trabalhadores aprovam greve nas cooperativas

Na tarde deste domingo (28), dirigentes sindicais da Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas nas Cooperativas no Brasil – Fenatracoop receberam na subsede da federação em Campo Grande, trabalhadores em cooperativas que participaram de assembleia para definir a campanha salarial de 2016/2017 da categoria.

Como já era esperado, os trabalhadores atenderam a convocação da Fenatracoop e na assembleia votaram pela greve. “Agora vamos comunicar as cooperativas da decisão tomada pelos trabalhadores e vamos dar o prazo legal de 72 horas para que as cooperativas procure a negociação, caso contrario, vamos iniciar o movimento paredista, a greve propriamente dita”, revela o presidente da Fenatracoop Mauri Viana Pereira.

Durante a assembleia, os trabalhadores também aprovaram a pauta da greve que prevê entre outros itens, reajuste salarial de 28%, piso salarial de R$ 1.700,00, isenção de custo de transporte e pagamento das horas in itineres, pagamento de insalubridade e periculosidade, ticket de refeição e vale alimentação de R$ 1.200,00 para os trabalhadores em cooperativas do ramo de crédito e de R$ 480,00 para os demais ramos.

A pauta prevê também o pagamento dos dias parados e a estabilidade no emprego pelo período de 12 meses, ou seja, é proibido a demissão por justa causa, sem justa causa pelo período de um ano a partir do retorno ao trabalho. “Vamos agora dar um prazo para que as cooperativas tenham a oportunidade de procurar a negociação, se isso não acontecer, a ideia e iniciar a greve a partir do dia 12 de setembro”, afirma Viana.