18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Reforma

Estado aguarda positiva da Anac para recuperar a pista do aeroporto

Após as correções de manutenção preventiva e corretiva da pista de pousos e decolagens do aeroporto de Bonito, o Governo do Estado aguarda autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para executar as obras necessárias para o pleno funcionamento operacional daquele aeródromo.

Por meio do decreto nº 14.563, o governo estadual interveio administrativa no aeroporto a partir do dia 13 de setembro, em razão de a concessionária, a Dix Empreendimentos, não ter cumprido obrigações contratuais, uma das quais relativa a execução de um plano para adequação da pista para atender a determinação da Anac. A falta de manutenção do local poderia acarretar no fechamento do aeroporto.

A partir da intervenção e com base em orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), de imediato a secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra) procedeu as correções necessárias no pavimento para garantir a operação de voos àquela região turística. Constatou-se que as condições (deterioração) do piso eram criticas nos últimos 300 metros da pista, de dois mil metros, com riscos de acidentes.

“Foi feito um levantamento da situação, em conformidade com as normas operacionais, e de imediato o Estado realizou um reparo emergencial na cabeceira da pista. Agora, aguardamos autorização da Anac para fazer todas as correções técnicas necessárias, eliminando qualquer situação de risco e considerando também novas demandas do aeroporto”, explicou Fabrício Alves Correa, superintendente Viário do Estado.

Mais voos

Segundo Fabrício, a intervenção administrativa do Estado e a rápida ação para equacionar os problemas operacionais e estruturais do aeroporto – cujas falhas terão desdobramento em novas tratativas com a empresa concessionária no cumprimento contratual -, foram necessárias também para dar suporte às empresas aéreas, as quais já anunciaram a ampliação de voos regulares e fretados para o destino turístico.

A Azul, que opera às quartas-feiras e aos domingos desde maio deste ano, terá mais um voo semanal na rota São Paulo-Bonito, aos sábados, a partir de 15 de outubro. A empresa fez a comunicação diretamente ao governador Reinaldo Azambuja. A empresa Gol também aventou a possibilidade de colocar mais um voo e está em tratativas com o Estado. No ano passado, o aeroporto recebeu 25 mil passageiros, entre chegadas e saídas. (Com assessoria).