18 de janeiro de 2021
Campo Grande 27º 22º

Projeto

Implantação de projeto de microbacias do Governo do Estado ganha impulso ao resistir a fortes chuvas

Para tratar da recuperação de áreas danificadas por enxurrada, onde são abertas profundas erosões, destruídas plantações, moradias e estradas em Novo Horizonte do Sul, a Prefeitura junto com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), através da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), e em parceria com o Sindicato Rural de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul e a Adecoagro implementou um projeto de microbacias que, no último mês apresentou resultados importantes, em um primeiro grande teste pelo qual passou.

 

Na Linha Toco do Ypê, naquele município, foram construídas curvas de níveis para quebrar a força da água, evitando assim o surgimento das erosões. O modelo, nada convencional, que a princípio havia encontrado certa resistência por parte dos produtores da região, por conta principalmente do elevado número de curvas, se mostrou eficiente depois de resistir às chuvas ocorridas no mês de outubro que chegaram a 520 milímetros, no total.

Com solo bastante arenoso, a região que tem sofrido muito nos últimos anos com fortes chuvas (que aumentam a velocidade das enxurradas, levando tudo por onde passam, tirando inclusive os nutrientes e provocando voçorocas nas propriedades e nas estradas vicinais) encontrou no projeto uma solução viável e segura.

A afirmação é do superintendente de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Rogério Beretta, que visitou o local na semana passada, e conversou com o prefeito Marcílio Alvaro Benedito e produtores da região. “Depois do teste de fogo que o projeto passou ao resistir aos 520 milímetros de chuva de outubro, os produtores estão cada vez mais interessados em implementar em suas propriedades. Isso para nós [Governo] é gratificante ” completou, lembrando que o modelo aplicado ali é base para o projeto de microbacias que o Governo do Estado pretende implementar, o mais breve possível, em todo Mato Grosso do Sul.

O prefeito Marcílio Benedito, que acompanhou Beretta e o coordenador de Pecuária da Semagro, Fernando Nascimento comentou sobre a importância da parceria com o Governo do Estado, os sindicatos e a cooperativa, lembrando que o interesse da solução pelo problema é de todos e, a médio e longo prazo, trará reflexos positivos na economia da região e do Estado.