01 de outubro de 2020
Campo Grande 41º 24º

Incontestável, Cene é hexacampeão Sul-Mato-Grossense

O Cene é o campeão sul-mato-grossense de 2014. Brilhante do começo ao fim, o Furacão Amarelo não deu chances ao Águia Negra neste domingo no Morenão e venceu pelo placar de 2 a 0 com o zagueiro Maycon em tarde de herói ao marcar os dois gols da decisão. Defendendo o título de 2013, o Cene não deixou o rival respirar até construir o placar que lhe interessava. Foi o sexto título estadual do time da capital com apenas 14 anos de vida. Isso sem contar os três vice-campeonatos que colocam como o principal time de Mato Grosso do Sul do século. Já o Águia Negra resta apenas comemorar a vaga na Copa do Brasil de 2015.O jogo Precisando reverter o placar de 2 a 1 feito pelo Águia Negra na primeira partida em Rio Brilhante, o Cene começou o jogo mostrando para que veio. O Furacão Amarelo encurralou o Águia em seu campo de defesa e precisou a todo momento. Logo nos primeiros minutos Guilherme cruzou e Marcelo Tevez cabeceou em cima da zaga. Aos 10 minutos foi a vez do goleiro Felipe salvar o Águia em chute de fora da área de Baiano. O time de Rio Brilhante chegava apenas em bolas paradas. Em uma delas Leandro Branco cabeceou e André Moretto fez linda defesa aos 22 minutos. Mas a grande chance do Águia aconteceu no minuto seguinte quando Marcelo Braz puxou contra-ataque e tocou para Victor Hugo que desperdiçou frente-a-frente com o arqueiro chutando por cima do gol. Aos 31 minutos o Cene chegou ao gol. Em cruzamento da direita, Maycon antecipou o goleiro Felipe pelo alto e cabeceou para soltar o grito de gol da arquibancada: 1 a 0. O gol fez o treinador Chiquinho mudar. Julyan foi para o jogo no lugar do centroavante Marcelo, mas a mudança não fez diferença no sistema do jogo. Se o primeiro tempo terminou com o resultado a favor do Cene, o segundo garantiu o título do time de Campo Grande. Logo aos 4 minutos Dubinha cruzou na área e Maycon, de novo, subiu para cabecear e aumentar o placar: 2 a 0. O Cene passou a controlar o jogo e o Águia, mais nervoso, não conseguia chegar nem perto do gol de André Moretto. Dessa forma, o Cene levou até o apito final e comemorou junto a torcida mais um título estadual. “Tenho que lembrar o nome de Paulo Muller que começou esse trabalho e eu dei sequencia. É nítido que esse time mereceu, por tudo que fizemos na partida e no campeonato”, disse o treinador Claudio Roberto. Sem ter tempo de descanso, o Cene viaja na próxima terça-feira para Curitiba em busca de uma classificação inédita na Copa do Brasil contra o Coritiba na quarta-feira. Na primeira partida os times ficaram no empate de 2 a 2 em Campo Grande. Exportiva do MS