29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

Bala perdida

Menina morta por bala perdida tentou consolar família: mamãe, não chora

Criança passou por cirurgia, mas não resistiu e morreu

Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, 5 anos, tentou consolar a mãe logo após ser atingida por uma bala perdida na tarde desta terça-feira (12), em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Em entrevista para Record TV Rio, Daise Costa, tia-avó da vítima, detalhou os acontecimentos. “Na hora que ela estava passando, aí teve o tiroteio. Os caras correram atrás desse que morreu, foram atirando e pegou na perna dela. Quando a mãe dela viu ela caída, aí a Jéssica [mãe de Ketellen] disse que ela falou: ‘mamãe não chora, mamãe. Não chora’”.

“Aí a Jéssica começou a chorar, passar mal e foi pedir socorro”, completa a tia-avó.

A menina passou por cirurgia no hospital Albert Schwartz, mas não resistiu. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.