MS Notícias

sbado, 30 de maio de 2020

JBS

Ministra do Supremo derruba sigilo telefônico de ex-diretor da JBS

Cármen Lúcia permitiu acesso ao celular do ex-diretor jurídico da JBS, Francisco de Assis e Silva

Por: Daiany Albuquerque17/05/2019 às 15:48
ComentarCompartilhar

A ministra Cármen Lúcia do STF (Supremo Tribunal Federal) derrubou o sigilo telefônico do ex-diretor jurídico da JBS, Francisco de Assis e Silva. A decisão derrubou uma liminar, que foi dada por ela mesma. O despacho ocorreu na quinta-feira (16).

O pedido para ter acesso ao celular de Francisco de Assis foi feito pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento). Por este motivo, tanto a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) quanto a defesa do ex-direto, entraram com habeas corpus contra o requerimento da Câmara dos Deputados.

A primeira decisão de Cármen foi proferida na terça-feira (14), entretanto, após ser favorável ao habeas corpus, a OAB desistiu da ação e pediu a extinção dela. Com isso, a ministra do STF reviu sua decisão, segundo informações da Revista Consultor Jurídico.

“Note-se que não tem guarida jurídica o pleito formulado pelos advogados no sentido do prosseguimento da ação. Foi ela impetrada por advogado que assinou sozinho a petição, logo a sustentação da representação da entidade impetrante dá-se pela sua atuação. Apresentada a desistência impõe-se o seu deferimento, cabendo às partes a avaliação dos resultados jurídicos para o paciente”, afirmou a ministra, ao presidente da CPI, deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Deixe seu Comentário

TV MS

15 de maio de 2020
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma