28 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

#LUTO

Morre oficial que participou de resgate em caverna na Tailândia

Oficial contraiu infecção sanguínea durante resgate em Chiang Rai

Morreu na sexta-feira um oficial da força de operações especiais da marinha tailandesa em decorrência de uma infecção contraída no ano passado, quando trabalhava no resgate dos 12 meninos e seu treinador de futebol que ficaram presos em uma caverna inundada na Tailândia.

A Marinha Real da Tailândia informou que o oficial Beiret Bureerak, de 29 anos e membro da unidade SEAL da marinha, morreu depois de sua condição ter piorado apesar de ainda estar recebendo tratamento.

Ele fez parte das operações em junho do ano passado para resgatar os meninos e seu treinador, que ficaram presos em uma caverna na província de Chiang Rai, no norte do país, depois que chuvas de monções causaram inundações na área.

Membros de outras forças da Tailândia, como também mergulhadores do país e estrangeiros, se juntaram às equipes de resgate. Todas as 13 pessoas presas na caverna foram resgatadas ao final de 18 dias.

Um porta-voz da marinha disse que o oficial contraiu uma infecção sanguínea, mas não deu mais detalhes. Os seus familiares afirmam que também não foram informados sobre nenhum detalhe.

Um ex-membro da unidade SEAL da marinha tailandesa que fez parte dos esforços de resgate como voluntário também morreu durante as operações em decorrência de dificuldades para respirar.