27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Criança

Morte de criança afogada pelo pai completa dois meses

Zenteno disse que matou o filho para se vingar da esposa

A morte do pequeno Miguel Henrique dos Reis, de 2 anos, completa dois meses nesta terça-feira (19). O acusado de cometer o crime, o pai da criança, Evaldo Christyan Dias Zenteno, de 21 anos, continua preso no Presídio de Trânsito de Campo Grande.

Evaldo confessou aos policiais que matou o filho para se vingar da separação da esposa, que já durava 30 dias. Zenteno morava em Aquidauana, mas com a separação, passou a morar em Campo Grande com a mãe.

No dia 19 de setembro, ele pediu para levar a criança até a Capital, para visitar a avó paterna.  No momento em que ficou sozinho com o filho na residência do bairro Guanandi II, Evaldo utilizou uma bacia azul para afogar a criança.

Ele confessou que segurou a cabeça do menino na bacia, até ele desfalecer. Evaldo procurou atendimento médico alegando que a criança tinha sido sequestrada e jogada no córrego, mas confessou o crime à polícia.