14 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Morte de professora com suspeita de H1N1 não é confirmada

Tayná Biazus

Uma notícia começou a ser veiculada nos sites da Capital e interior, onde uma professora de Nova Andradina teria contraído a gripe H1N1, indo a óbito no sábado, na cidade de Dourados.

A professora teria passado mal na quinta-feira passada e procurado atendimento na unidade do Cassems do município.

O site MS Notícias entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Andradina. De acordo com o responsável, não chegou informações a secretaria sobre a morte suspeita de H1N1.

De acordo com assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde, houve um conflito de informações. A assessoria confirmou que não houve nenhuma morte nesse fim de semana suspeita da gripe. O que teria acontecido, foi que na quinta-feira passada uma mulher havia passado mal no município de Nova Andradina, e foi encaminhada ao município de Dourados, vindo a falecer na ambulância, antes de chegar ao destino.

A comunicação do Cassems colocou uma nota ainda na sexta-feira em seu site esclarecendo o ocorrido. O Cassems não pode se pronunciar a princípio, pois está sem acesso a certidão de óbito da professora.