16 de setembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Geral

Para cumprir Toque de Recolher, Detran-MS faz mudança em horários de cursos presenciais

A- A+

Em cumprimento ao Decreto Estadual de número 15.632, publicado no Diário Oficial do Estado do último dia 9, instituindo novas regras para medidas de prevenção contra a disseminação do Novo Coronavírus (Covid-19), o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) adequou o horário de cursos e aulas ministradas por CFC´s (Centro de Formação de Condutores).

De acordo com a diretora de Educação para o Trânsito do Departamento, Elijane Coelho, todos os cursos ministrados pelo órgão vão passar por ajustes no horário de início e encerramento das aulas, sem prejuízo da carga horária, a fim de não ferir a determinação do novo Toque de Recolher previsto no Decreto, com início marcado para as 20h.

"As aulas terão que acabar, obrigatoriamente, às 19h30. Isso porque entendemos a distância do órgão e a necessidade das pessoas em retornar para suas casas. Estamos em meio a uma pandemia, um momento difícil e o Detran-MS tem sido bastante sensível às medidas tomadas para evitar que o número de contaminados aumente ainda mais", informou.

De acordo com ela, os CFC´s também terão horário de atendimento para aulas presenciais teóricas e práticas encerrado às 19h30 durante a semana e às 15h30 aos finais de semana, quando o Toque de Recolher foi ainda mais duro, determinando que as pessoas estejam em casa a partir das 16h.

A diretora destaca ainda, que muitos CFC´s já oferecem aulas teóricas remotas, em que o aluno pode assistir sem sair de casa, o que facilita em muito a vida dos futuros motoristas.

Estão em andamento pelo Detran-MS o curso para a Formação de Instrutores de Trânsito, Atualização de Diretor Geral e de Ensino de CFC, além de curso de Reciclagem para Condutores Infratores que terá início em Dourados no próximo dia 20.

A princípio, o Toque de Recolher instituído pelo decreto terá validade de 15 dias a partir do próximo domingo (14).

Vivianne Nunes, Detran-MS

Foto: Saul Schramm

Fonte: Governo MS