28 de novembro de 2020
Campo Grande 36º 23º

CORONAVÍRUS

Prefeito prorroga até 10 de maio o toque de recolher na Capital de MS

O gestor de Campo Grande anunciou nessa manhã (16.abril) a medida

Será prorrogado até 10 de maio em Campo Grande o toque de recolher, medida de contenção adotada pela Prefeitura Municipal para que não se espalhe a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A prorrogação foi confirmada hoje, quinta-feira (16.abril), pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD). 

O prefeito adiantou em live no Facebook nessa manhã, que o decreto que prorroga o prazo de fim da medida deve ser publicado nos próximos dias. 

Marquinhos é a favor do confinamento como medida de contenção do aumento do número de infectados. O gestor se posiciona a favor de que os populares que puderem fiquem em casa. “Decisão do Tribunal de Justiça na data de ontem entendeu como legal, constitucional e extremamente oportuno no momento de tempo em que estamos vivendo o toque de recolher”, declarou Trad. 

A medida de proibir a circulação de pessoas entre as 22h e 5h do dia seguinte chegou a ser questionada judicialmente, mas o Tribunal de Justiça deu parecer favorável a prefeitura. “O poder judiciário tanto da primeira quanto o TJ validou o decreto e nós estamos estendendo até o dia 10 de maio, um domingo, o toque de recolher na nossa cidade”, finalizou.

Marquinhos também anunciou que passa ser obrigatório o uso de máscara para quem for circular em Campo Grande.  A medida começará a valer a partir de segunda-feira (20.abril), o decreto dessa medida deve ser publicado hoje, em edição Extra do Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande).