21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Procon

Procon flagra 7 farmácias vendendo produto fora do prazo e sem informações

Órgão estadual encontrou desde leite em pó para crianças até desodorantes e colônias com data expirada

Variando entre produtos com validade expirada, sem exposição de preços e informações apagadas ou rasuradas, o Procon Estadual flagrou sete farmácias com irregularidades em Campo Grande. A ação durou dois dias e as infrações se repetiram na maioria dos locais.

Foram visistadas duas unidades da Drogasil, duas da rede Pague Menos, duas da Freire Drogarias e uma Preço Popular.

Entre os itens comercializados fora do prazo de validade foram encontradas latas de composto lácteo, seis cereais para alimentação infantil, desodorantes e colônia para crianças.

Diversos produtos sem informação de preço também se enquadraram nas infrações. Placas de direito prioritário dos portadores de autismo, sinalizações explicando exigências básicas dos clientes e demonstrando a existência do Código de Defesa do Consumidor também não foram encontradas nos locais.

Pelas regras, as empresas terão prazo para se defender.