25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

Procon

Procon pesquisa protetor e encontra diferença de preços de até 83%

Foram pesquisados 52 produtos em seis farmácias de Campo Grande

Considerado essencial para evitar os efeitos nocivos do sol, o protetor solar tem variação de preço de até 83% em Campo Grande, segundo pesquisa feita entre os dias 17 e 20 de fevereiro, em seis farmácias. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Procon municipal, com o objetivo de “alertar o consumidor sobre a alta variação de preço do produto nas farmácias”.

O Procon não divulgou a lista pesquisa, mas informou que há outras diferenças localizadas, próximas dos 40%.

A orientação dada às pessoas é para que pesquisem sempre.

Importância – Ao divulgar a pesquisa, o Procon alertou que o o produto evitar a insolação e também queimaduras, manchas, envelhecimento precoce, flacidez, lesões, além de outras complicações.

O órgão ressalta a orientação dos médicos de que o bloqueador não deve ser utilizado apenas nos dias de sol, mas todos os dias, inclusive no inverno.

“O uso do protetor solar é extremamente importante, pois ajuda a combater o câncer de pele, que pode ser causado pelo longo período de exposição ao sol. De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer da pele”, cita o texto.