23 de setembro de 2020
Campo Grande 31º 17º

Reencontro

Professora viaja 650 km em viatura para reencontrar mãe após 50 anos: 'Ficou grávida do patrão e ele

Polícia Civil de MS ainda vai realizar, após 9 meses de investigação, encontro da irmã com a idosa desaparecida.

Uma professora de 50 anos viaja cerca de 650 km para reencontrar a mãe, nesta quarta-feira (13). De Camapuã, na região leste de estado, ela entrou na viatura policial por volta das 8h30 (de MS) e partiu para Várzea Grande (MT). A Polícia Civil realizou a investigação por 9 meses e também levará a tia da professora para reencontrar a irmã desaparecida.

"Ela saiu de Camapuã e foi até a delegacia, no setor de desaparecidos, para nos procurar e contar a história dela. Quando nasceu, ela contou que a mãe morava em uma fazenda e ficou grávida do patrão, porém, ele não quis que ficasse lá e a mãe a deixou na maternidade para doação. Uma enfermeira que trabalhava lá na Cândido Mariano é quem encontrou uma família para ela. Essa pessoa inclusive já é até falecida, nós procuramos por ela", comentou ao G1 a investigadora Maria Campos.

Segundo Maria, a polícia somente quis proporcionar o reencontro após ter 100% de certeza do parentesco. "Nossa investigação foi concluída e saímos cedo de Campo Grande para buscar a professora em Camapuã. De lá, o nosso destino é o Mato Grosso. A irmã também vai reencontrar a outra, serão dois lindos reencontros", finalizou.