25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Covid-19

Protocolo de prevenção à covid-19 é aprovado em Campo Grande

Plano passou pelo prefeito, secretário de Saúde e 200 médicos

Campo Grande agora terá um protocolo para tratamento a covid-19. O plano foi aprovado após reunião entre o prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), o secretário municipal de Saúde, José Mauro de Castro Filho, e grupo de cerca de 200 médicos.

A medida prevê que, nos casos iniciais da doença, o médico possa prescrever um coquetel de medicamentos, entre eles a hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina.

De acordo com o médico toxicologista Sandro Benites, o tratamento precoce da doença é uma das formas de vencê-la.

“Muito bom poder viver esse momento único. Reunimos mais de duas centenas de médicos em menos de 48 horas - todos clamando por uma aceitação por parte gestor municipal. médicos de todos os hospitais públicos e privados, das mais diversas especialidades, com um pensamento único: salvar vidas”, disse.

A medicação deve ser disponibilizada ainda esse mês, caso o processo de compra seja efetuado, entretanto, Marquinhos demonstrou preocupação já que, antes mesmo de aprovado ou discutido o protocolo, os estoques e buscas pelos medicamentos aumentaram nas farmácias. 

Lockdown ainda NÃO é opção em Campo Grande

Mesmo com aumento no número de casos e mortes, só nesta semana, o número de óbitos saltou de 8 para 14,  lockdown não é uma opção para Campo Grande.

A informação foi confirmada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD), durante live no Facebook.

“Eu não posso punir quem está cumprindo e sendo obediente, por isso lockdown, neste momento de tempo, não”, pontuou. Contudo, ele garantiu que a ideia não está totalmente descartada e ele não tem ‘bola de cristal’ para prever o futuro.

Trad garantiu que vai continuar com medidas preventivas, como desinfecção e descontaminação das ruas e terminais, aumento de fiscalização nas barreiras da cidade, aumento dos fiscais e regramento dos segmentos, além, claro, do uso da máscara.