14 de maio de 2021
Campo Grande 26º 17º

Médicos cubanos

Quase 80% dos leitores concordam com a saída dos médicos cubanos do país

Apenas 21,43% dos leitores são contra a saída dos profissionais do programa

A- A+

Quase 80% dos leitores do TopMídiaNews que responderam à enquete 'você concorda com a quebra de contrato com os médicos cubanos?' são favoráveis à saída dos médicos cubanos do 'Mais Médicos'. O governo de Cuba resolveu deixar o programa no dia 14 de novembro, após declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Conforme o resultado da enquete, 78,57% dos leitores responderam que concordam com a quebra de contrato com os médicos cubanos. Outros 21,43% são contra a saída dos profissionais do programa.

Assim como outros estados, Mato Grosso do Sul também será afetado com a quebra de contrato. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 114 profissionais cubanos atendem no Sistema Único de Saúde (SUS) em cidades do interior de MS.

As aldeias indígenas também sofrerão com a saída dos cubanos. Atualmente, Mato Grosso do Sul conta com 11 médicos do programa. Eles atendem aldeias localizadas nas cidades de Amambai, Antônio João, Aquidauana, Corumbá, Nioaque, Paranhos e Tacuru.