23 de outubro de 2020
Campo Grande 33º 22º

ECONOMIA

Solidariedade motiva Agentes Digitais a criar campanha "MS Contra o Coronavírus"

O projeto tem a intenção de aliviar os prejuízos do comércio com o fechamento para o atendimento ao público

Em todos os cantos do planeta exemplos de solidariedade se tornaram bálsamos para um momento há muito tempo não vivido pela humanidade. Aqui em Campo Grande, um grupo de agentes digitais, membros das Associação Brasileira dos Agentes Digitais de MS (ABRADi/MS) se uniram para criar o “MS Contra o Contra o Corona”.

O projeto tem a intenção de aliviar os prejuízos do comércio com o fechamento para o atendimento ao público, promover a compra segura por pessoas que não podem sair de casa e profissionais de entrega dispostos a ajudar neste momento crítico.

“A motivação principal foi só estarmos ouvindo notícias negativas e perceber que o horizonte (pelo menos de março ou abril) não são os melhores para os pequenos negócios. Aí, para reforçar, surgiu a importante necessidade de todos ficarem em casa. Juntamos tudo isso num local só, trazendo listas de opções de delivery para que as pessoas saibam os estabelecimentos que existem, e ao mesmo tempo ajudar os estabelecimentos que estão entre os que mais sofrem, pois dependem de visita presencial, que está proibida”, explicou Kenneth Corrêa - Diretor Presidente da Abradi MS.

Para participar do projeto basta se identificar como um dos itens abaixo e fazer o cadastro.

Restaurantes e afins, que estejam oferecendo serviço de Delivery - para se inscrever clique aqui.  

Mercados e afins, que estejam oferecendo serviço de Delivery - clique aqui.  

Farmácias que ofereçam Delivery - clique aqui.  

Entregas para serviços de Delivery de Restaurantes e Mercados - clique aqui.   

Vale lembrar que os envolvidos são voluntários nesse momento de dificuldade que todos estão passando. Se você não se enquadra em nenhum dos itens acima, mas conhece alguém, compartilhe, existem muitas pessoas que dependem dessa ajuda para não proliferar ou se infectar pelo coronavírus.

Que conhecer o projeto? Acesse aqui.