03 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 18º

Tania Garib declara que Projovem passará a ser Pronatec em 2014

Alan Diógenes

Durante o evento de entrega certificados para os jovens beneficiados com a qualificação social e profissional do Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã, nos municípios de Campo Grande, Bandeirantes e Jaraguari.

O Programa é uma parceria entre o Governo do Estado e o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) para atender 5.500 jovens em 39 municípios de Mato Grosso do Sul. Entre os cursos oferecidos estão alimentação, administração, comércio, telemática, turismo e hospitalidade, beleza e estética, e vestuário.

A titular da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso do Sul (Setas), Tania Mara Garib, disse que o programa Projovem a partir de 2014 vai convergir para o Pronatec.

 “Enviamos ao Ministério do Trabalho um pedido de abertura de 60 mil vagas para essa mudança de um programa para o outro, até porque o Pronatec é mais amplo e consegui atingir um grande número de alunos em diversas áreas”, afirma Tania.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica.

Segundo a secretaria, existe o “Pronatec que atende os indígenas, as pessoas que mais de duas vezes contaram com o seguro desemprego, aos quilombolas, o Pronatec Trabalhador e o Pronatec que atende aquelas pessoas que moram em cidades sedem da Copa do Mundo”.

Ainda de acordo com Tania Garib, com essa mudança o Governo Federal terá que desembolsar oito milhões de reais e o Governo do MS, um milhão de reais para a abertura dos cursos.

O Programa é uma parceria entre o Governo do Estado e o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) para atender 5.500 jovens em 39 municípios de Mato Grosso do Sul. Entre os cursos oferecidos estão alimentação, administração, comércio, telemática, turismo e hospitalidade, beleza e estética, e vestuário.