05 de dezembro de 2020
Campo Grande 30º 24º

Dourados

Vacinação contra a gripe segue até dia 30 e só dois grupos prioritários atingiram meta

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deverá ser encerrada no próximo dia 30 de junho, terça-feira. Segundo o gerente do Núcleo de Imunização de Dourados, Edvan Marcelo Marques, todas as unidades de saúde têm estoque para atender até essa data.

No município, a população incluída no público-alvo soma 72.727 pessoas, mas de acordo com o Vacinômetro do Ministério da Saúde, até agora foram aplicadas 56.463 doses. Com isso, a cobertura vacinal está em 77,64%, abaixo da meta.

Esse cenário ocorre porque apenas dois grupos prioritários atingiram números suficientes. Entre idosos, eram almejados 18.231 pelas autoridades, mas a procura pela vacina levou 22.472 às unidades, 123,26% de cobertura. 

“Este total de doses aplicadas refere-se a soma de doses administradas em pessoas de 60 anos e mais (idosos, profissionais de saúde e os indígenas)”, detalha o Vacinômetro.

Também superou a meta o grupo composto por trabalhadores de saúde, com população       7.545 e 8.179 doses aplicadas, cobertura vacinal de 108,40%.

Entre as crianças, a meta é vacinar 17.910 no município, mas até agora 11.022 foram imunizadas (61,54%), total referente à soma das doses administradas em crianças indígenas e não indígenas, de 6 meses a 4 anos.

Adultos de 55 a 59 anos incluídos no público-alvo da campanha somam 8.308, mas foram aplicadas 4.973 doses (59,86%).

Das 480 puérperas – mulheres até 45 dias após o parto -, 242 receberam as vacinas (50,42%), e entre as 2.918 gestantes, o número de imunizadas atualmente é de 1.421 (48,70%).

Na população indígena, composta por 17.335 pessoas, houve a vacinação de 8.178, menor percentual de cobertura vacinal entre todos os grupos prioritários do município de Dourados, de 47,18%.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, em todo o Mato Grosso do Sul, os casos notificados de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) com pacientes hospitalizados chegaram a 2.779 e desse total, 79 foram confirmados para Influenza, doença que casou oito mortes neste ano.