16 de setembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

INTERNACIONAL

Várias pessoas morrem alvejadas por atirador em supermercado nos EUA

Supermercado fica numa área residencial próximo à Universidade do Colorado e é frequentado por famílias e estudantes

A- A+

DENVER (EUA) - Várias pessoas morreram, incluindo um policial, em um tiroteio dentro de um supermercado na cidade de Boulder, no Colorado, nesta segunda-feira (22).

O comandante da polícia, Kerry Yamaguchi, não informou a quantidade de vítimas, mas confirmou que um homem suspeito, ferido ferido durante o ataque, foi detido.

A afiliada da ABC em Denver, citando vários policiais, relatou que pelo menos seis pessoas morreram.A polícia também não confirmou o número de feridos, mas pelo menos uma pessoa ferida foi transportada para o hospital local, de acordo com um porta-voz do Boulder Community Health, que não divulgou detalhes sobre a condição de saúde do paciente.

Ainda não há informações sobre a motivação do crime, segundo Yamaguchi.

O supermercado fica numa área residencial próximo à Universidade do Colorado e é frequentado por famílias e estudantes. A polícia diz que recebeu um chamado de um homem armado no local e que o suspeito atirou contra os oficiais quando eles chegaram ao local.

Um homem disse à rede de KCNC-TV que estava no supermercado com sua esposa quando ouviu três estrondos altos que considerou tiros. O casal e outros clientes correram pela loja para escapar por um cais de carga nos fundos do prédio.

Vídeos da emissora mostraram um homem algemado sendo escoltado para fora do prédio por policiais, sem camisa e com a perna direita parecendo estar coberta de sangue. Ele foi colocado dentro de uma ambulância.

O governador do Colorado, Jared Polis, disse em suas redes que estava monitorando os eventos. "Meu coração está partido enquanto observamos este evento indescritível se desenrolar em nossa comunidade de Boulder. Estamos disponibilizando todos os recursos de segurança pública para auxiliar o Departamento do Xerife do Condado de Boulder enquanto eles trabalham para proteger a loja", escreveu.

O FBI, a polícia federal americana, informou também no Twitter que seus agentes estavam auxiliando a polícia local na investigação.

FONTE: FOLHA DE S. PAULO.