05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

NACIONAL | GOIATUBA (GO)

Vídeo: pastor goiano não ressuscita no 3º dia; 2 mil pessoas esperavam

Religioso deixou documento dizendo que ressuscitaria; esposa proibiu enterro do homem até o cumprimento do prazo

A- A+

O corpo do pastor goiano Huber Carlos Rodrigues, teve de ser enterrado na manhã desta terça (26.out.21), após passarem 3 dias desde sua morte, que ocorreu na sexta (22.out) em Goiatuba, no interior de Goiás. A espera para o enterro é devido ao cumprimento de um desejo. A viúva, Ana Maria de Oliveira Rodrigues, não permitiu que fosse feito enterro antes, porque o religioso deixou uma revelação à companheira em uma declaração, dizendo para ela aguardar por 3 dias que ele ressuscitaria às 23h30 de ontem (25.out.21), mas isso não aconteceu.  

Segundo apurado, até foi feita uma transmissão ao vivo com mais de 15 mil internautas acompanhando simultaneamente e aproximadamente 2 mil pessoas na porta da funerária em Goiatuba, na expectativa da ressurreição do pastor. O religioso, porém, não voltou à vida.

O MS Notícias contou ontem aqui a história completa. Veja AQUI

Huber faleceu após complicações causadas pela Covid-19. A vítima tinha problemas cardiorrespiratórios. Depois de morrer, a esposa arrumou um advogado e bateu de frente com a família para fazer se cumprir a profecia deixada em declaração que Huber escreveu em 2008. O documento fez com que pessoas enfrentassem uma chuva para acompanhar a ressureição do religioso. 

A transmissão ao vivo foi realizada pelo radialista e repórter da região Washington Gomes. “A família está em poder de um documento que diz que é para aguardar que ele ressuscitaria pela fé e quem somos nós para julgarmos A ou B? Estamos apenas mostrando nosso trabalho e à Goiatuba o que vai acontecer”, destacou.

A transmissão rompeu as fronteiras goiatubenses. “Não vou julgar nem discriminar a fé de ninguém. Só trazer a informação”, garantiu Gomes durante a live. “Isso está correndo por todo o mundo, pessoas do exterior [estão acompanhando]”. “Pastor Huber é uma pessoa muito querida por toda a sociedade goiatubense”, cravou.

Pastor deixou documento assinado em 2008 dizendo que ressuscitaria.

Passado o horário prometido centenas de pessoas acompanharam o sepultamento nesta terça-feira. Vídeos mostram uma multidão aguardando o cortejo. Eles cantaram em homenagem ao pastor. O enterro aconteceu às 0h30.

A Prefeitura de Goiatuba informou que a Vigilância Sanitária chegou a notifica, na segunda-feira, a funerária a realizar o sepultamento imediato do corpo, observando uma resolução que dispõe sobre o Controle e Fiscalização Sanitária do Translado de Restos Mortais Humanos.

No entanto, a funerária disse que não tinha sido notificada até as 16h30 e que estava respeitando a vontade da família.