27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

CIÊNCIA

Vídeo: telescópio flagra estrela sendo engolida por buraco negro

Qualquer objeto que entra em um buraco negro deles é esmagado até parecer um espaguete

Telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês, para European Southern Observatory) em Garching, na Alemanha, registraram o momento em que uma estrela é "espaguetificada" ao ser engolida por um buraco negro supermassivo. 

A pesquisa com a observação foi publicada na 2ª-feira (12.out.2020) no "Monthly Notices of the Royal Astronomical Society".

O termo "espaguetificação" não é uma metáfora: um buraco negro é um lugar no espaço onde a gravidade é tão forte que nem a luz consegue escapar dela. Qualquer objeto que entra em um deles é esmagado até parecer um espaguete, por causa do chamado "evento de ruptura de maré".

"A ideia de um buraco negro 'sugando' uma estrela próxima parece saída da ficção científica. Mas é exatamente o que acontece num evento de ruptura de marés", explicou o pesquisador Matt Nicholl, professor na Universidade de Birmingham, no Reino Unido, e primeiro autor do estudo.

O evento foi o mais próximo (ou o menos longínquo) da Terra já registrado: a 215 milhões de anos-luz do nosso planeta, explicou Thomas Wevers, outro autor do estudo e bolsista do ESO em Santiago que trabalhava no Instituto de Astronomia da Universidade de Cambridge quando participou da pesquisa.

VEJA O MOMENTO: 

FONTE: G1