03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

A música ousada do JazzMonde será atração no Bonito Blues e Jazz Festival

Bela Vista MS

md41d0fbafc8f33120ff9d7a72c83deac

Faltam apenas duas semanas para o inicio do Bonito Blues e Jazz Festival, evento que vai acontecer na Capital  do Ecoturismo Brasileiro, nos dias 14, 15 e 16 de novembro, com o nobre objetivo de confirmar que existe sim, espaços de sobra para a  música de qualidade na terra do som sertanejo. Enquanto isso, o público, não só aqui do Estado, mas de várias regiões do país, já está se preparando para curtir 3 dias incríveis mesclado de muito blues, jazz e é claro, com a exuberância da natureza da região, onde a promoção vai acontecer.

Entre os inúmeros shows que vão acontecer, a apresentação do grupo JazzMonde, programada para a noite do dia 16 de novembro, está cercada de muita expectativa e tem tudo para ser um dos grandes momentos do festival.

O JazzMonde,  surgiu no mês de setembro de 2010, em Campo Grande, mas apesar de ser uma banda novata no cenário da nossa música, ela reúne os ingredientes necessários, para conquistar e envolver o público com facilidade. Como o próprio nome sugere, o grupo traz no seu som, elementos de diversas linguagens musicais, captadas através da música do mundo, costurada pela tênia linha do jazz.  A saudável mistura desses elementos rítmicos, melódicos, eletrônicos e de diversas influências, pode ser percebidas com naturalidade em suas apresentações.

O grupo é formado pelo exímio baterista, Sandro Moreno, o tarimbado tecladista Alex Cavalheri, pelo baixista Gabriel Basso, Giberto Basso e Gabriel Andrade nas guitarras e Bianca Bacha nos vocais.

Muito já se escreveu sobre a dificuldade para se definir o jazz. Uma corrente bastante interessante de pensamento, afirma que o jazz não é o que se toca, mas sim como se toca. De qualquer modo, pode-se dizer com tranquilidade que dois elementos são absolutamente necessários numa performance de jazz: a improvisação e o swing. E é justamente por aí, que o show do JazzMonde, pode se constituir num dos grandes momentos do Bonito Blues e Jazz Festival, uma vez que a proposta do grupo, é recriar clássicos, misturando ao jazz e elementos eletrônicos de vanguarda, sem esquecer que essas misturas acontecem também com os idiomas português, inglês e francês.

Portanto, o JazzMonde vai tocar no Bonito Blues e Jazz Festival, com a coragem e a competência de quem sabe perfeitamente que: fazer jazz significa assumir um risco – o risco de se confrontar com o silencio e preenchê-lo com um discurso  inédito e próprio, o risco de ser um “compositor instantâneo”, como dizia o genial Charles Mingus.

Rumo a Bonito

O empresário e produtor cultural, Afonso Rodrigues Júnior, o popular “Afonsinho”, organizador do evento, está fazendo um convite dos mais especiais aos motociclistas em geral: BM,s Harleyros, Suzuki, s, ou seja, todo amante da liberdade das motos e da boa música, que está agendado uma saída da Raviera Motor,s em Campo Grande, com direito á um oportuno café da manhã no local, antes da partida rumo a Bonito para participar do festival.

Maiores informações sobre a proposta do café da manhã na Raviera Motors,  que inclui hospedagem e ingressos incluídos em 3 vezes sem acréscimo no cartão de crédito, podem ser obtidas com Keyti pelo telefone (67) 9950-1001 O Bonito Blues e Jazz Festival, vai acontecer no Espaço Madeiral, que fica bem no centro da cidade de Bonito, nos dias 14, 15 e 16 de novembro, conta com o apoio do Governo do Estado, através do patrocínio do FICMS.