25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Dourados

Com ecoponto ao lado, lixão avança sobre rua no Parque do Lago

A- A+

O descarte incorreto de lixo em Dourados está por toda parte, até em bairros onde há locais destinados para receber restos de jardinagem, o ecoponto. No Parque do Lago é assim. Na Rua Lindalva Marques Ferreira há um grande espaço para depositar galhos e a pouco mais de cem metros dali, lixão aflora e invade a rua Fradique Corrêa Ferreira.

Moradores estão indignados com a situação. Uma pelo matagal nas imediações da rua Fradique e outra pela falta de consciência ambiental de quem deposita lixo na rua. "É carroceiro que joga galho, carro de passeio que passa e descarta animal morto e carro grande com carroceria que para e joga de tudo, de móveis velhos a entulhos de obras", conta Raimundo José, morador da região.

A ligação dos bairros Parque do Lago e Estrela Porã é feito pela rua Fradique Corrêa Ferreira, que passa pelo interior de uma mata que divide boa parte dos bairros. A rua é de terra e moradores acreditam que em razão do estado de abandono do local, onde criou-se um matagal ao redor da mata, muita gente aproveita para jogar lixo.

O ecoponto da região funciona há mais de três anos e volta e meia registra queimada, causando transtornos para quem mora nas imediações. Em março um fogaréu tomou conta do local durante noite e madrugada, com a queima de galhos e folhas secas.

Ecopontos

Dourados possui três locais para o descarte correto de lixo de jardinagem. Além do ecoponto do Parque do Lago, há ainda o ecoponto do Parque das Nações I, próximo ao túnel, conhecido também como viveiro municipal, e o ponto de descarte localizado na Via Parque, na Vila Cachoeirinha. Há também um local destinado a receber pneus, num barracão às margens da BR-463, próximo ao trevo da bandeira.