12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Douradenses prometem voltar as ruas em manifestação no próximo domingo

A- A+

Os douradenses aderiram novamente ao movimento nacional e prometem retornar as ruas no próximo Domingo, em um ato em protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff. A mobilização será liderada pela Aced (Associação Comercial e Industrial de Dourados) com apoio de algumas entidades do município.

Corrupção, alta dos impostos e as recentes medidas adotadas pelo governo federal são as indignações que impulsionam o povo as ruas, segundo a Aced. No dia 15 de março, cerca de seis mil pessoas ocuparam a avenida Marcelino Pires. A mobilização contará com o apoio de diversas entidades, como Senac, Conped, Sinpetro, Sindicato Rural, Sindicato dos Farmacêuticos, Sindicom, Acomac, CDL e Maçonaria

O manifesto está marcado para as 15h, com concentração na concha acústica da Praça Antônio João. Ainda não há um trajeto definido, mas a organização se reúne nessa quinta feira com os grupos participantes para definir os últimos ajustes.

De acordo com presidente da Associação, Antônio Nogueira, “haverá um diferencial desta vez, que é um espaço para discursos, ao final do protesto. As pessoas ou entidades interessadas em fazer o uso da palavra deverão se cadastrar com antecedência na Aced”. Ainda segundo Nogueira, é importante a população se mobilizar, pois a luta “não é contra um partido, mas pela moralização do nosso país. É uma luta de todos os brasileiros”.

A concentração está marcada para as 15h na concha acústica da Praça Antônio João, na Avenida Joaquim Teixeira Alves, 252.