30 de novembro de 2021
São Paulo 39º 24º

MS adere a movimento nacional de paralisação contra Dilma e segue com bloqueio da BR-267

A- A+

Segundo a  PRF (Polícia Rodoviária Federal) o movimento nacional de paralisação de caminhoneiros, que já mobilizou motoristas de outros 11 estados, chegou  a Mato Grosso do Sul na tarde desta segunda-feira (9).

Cerca de 40 caminhões faziam o bloqueio da BR-463, no Km 105, próximo a Ponta Porã . Após um desentendimento entre os próprios caminhoneiros o movimento foi desfeito e a BR liberada.

Em Maracaju o bloqueio continua no Km 367 da BR-267. A passagem está fechada apenas para caminhões. Demais veículos passam normalmente.

Agentes da PRF se deslocaram para o local para evitar que haja possível confronto entre os motoristas que aderiram à paralisação e os que não concordem em parar.

O movimento, que teve início na noite deste domingo (8), é organizado pelo Comando Nacional do Transporte e  pede impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Segundo Comando Nacional do Transporte, o governo federal não atendeu ainda as principais reivindicações da categoria, como valor de frete mínimo e salário unificado. Os caminhoneiros também exigem redução do valor do óleo diesel.