07 de agosto de 2020
São Paulo 39º 24º

Proerd 2013 forma 580 alunos no município de Caarapó

A prefeitura de Caarapó, através da Secretaria de Educação e Esportes, em parceria com Secretaria de Estado de Educação, o 2° Pelotão de  Polícia Militar e o Conselho Comunitário de Segurança Pública, realizou na  noite do último dia 29, a formatura de 580 alunos  do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). O evento aconteceu no Ginásio de Esportes, com a presença de autoridades municipais, diretores de escolas, formandos e familiares.Prestigiaram a solenidade as seguintes autoridades: A vice-prefeita Marinalva de Souza Farias da Costa (DEM), que no ato representou o prefeito Mário Valério (PR), a vereadora Luciene Cavalheiri que (PDT), que na oportunidade representou o presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Batista de Souza (DEM), o comandante do 2° Pelotão da Polícia Militar de Caarapó, tenente Nickolas Peralta Barros Araújo, a secretária de Educação e Esportes, Zoraide Cáceres Rojas Vieira, a diretora da Escola Estadual professor Joaquim Alfredo Soares Vianna, Maria Regina Modesto André Camacho, representando todos os diretores das escolas estaduais, o ex-comandante do 2° Pelotão da Polícia Militar de Caarapó, o capitão Marco Antônio Kobayashi, além dos vereadores Roberto Sanches Nakayama, Odirlei Luiz Longo, aa secretária de Assistência Social, Évinei Arce da Silva Oliveira, chefes de departamentos e outras autoridades. De acordo com a coordenadora do Proerd em Caarapó, Edna Sanada de Araújo, entre as atividades realizadas na cerimônia destacam-se a leitura do histórico do Proerd, entrada dos formandos, apresentação dos instrutores, juramento, melhor redação, homenagem aos instrutores, entrega dos certificados, apresentação e performance dos mascotes do Proerd e a canção do projeto. Em sua fala a secretária Zoraide Cáceres Rojas Vieira disse que o Proerd veio mostrar que há uma solução contra as drogas que está bem mais perto do que se imagina. “Infelizmente a mesma está dentro de nossa própria casa, pois é só ligar a TV ou computador que ela vem à tona. Por isso temos que dialogar muito e amar acima de tudo a nossa família para não corrermos o risco de perder a nossa paz. Quero pedir a vocês alunos que estão recebendo os certificados, que sejam disseminadores desse projeto, que procurem colocar em prática o que aprenderam e que realmente venham fazer a diferença em mundo tão corrompido”, disse. A vereadora Luciene Cavalheiri parabenizou todas as pessoas envolvidas com o projeto, como também os formandos que assimilaram essa ideia e aos familiares que exercem a responsabilidade de cultivarem e incentivarem seus filhos nessa tarefa. Proerd Conforme Edna Sanada de Araújo, o Proerd é aplicado nas escolas estaduais, municipais e particulares, direcionado principalmente para crianças de 9 a 12 anos. O mesmo teve a duração de 8 meses,  tendo o  auxílio  de uma cartilha de exercícios e do professor em sala de aula, sendo um policial habilitado e fardado. “As lições objetivam um desenvolvimento lúdico e divertido do conteúdo, trabalhando com textos que abordam: Técnicas para resistir às pressões dos amigos e da mídia; A conscientização do que é violência e droga, para então saber evitá-las; Incentivo ao amor próprio, valorização da família entre outros temas”, explicou Edna. Em Caarapó as aulas foram quinzenais na sede do município (480 alunos) e na Reserva Indígena Te’ýikue (180 alunos) e tiveram início no mês de abril e término em novembro último. Os  instrutores do projeto foram os soldados da PM, Eliel Pio de Melo e Cleber Luiz Vieira Moraes. Caarapó News