30 de novembro de 2021
São Paulo 39º 24º

Professores de Dourados podem entrar em greve na terça-feira

A- A+

Os professores da Rede Municipal de Educação de Dourados – distante 225 quilômetros de Campo Grande – ameaçam entrar em greve a partir da próxima terça-feira, caso não sejam atendidas pela prefeitura as solicitações de reajuste salarial. Conforme informou a assessoria de comunicação da prefeitura de Dourados, após o retorno de uma viagem pessoal, que o prefeito do município Murilo Zauith (PSB) faz, será definido com os professores o reajuste. A previsão para a volta do prefeito é na próxima segunda-feira. A greve poderá causar transtornos na rede de ensino, visto que, além da pressão sofrida pelos usuários do serviço e trabalhadores, caso haja a greve, as aulas deverão ser repostas, pois há a obrigatoriedade do cumprimento da carga horária. Os professores de Dourados, além de não receber o piso nacional, não recebem reajustes, de acordo com o índice da inflação, desde o mês de abril do ano passado. Conforme informou a assessoria, os reajustes de todos os servidores municipais não aconteceram devido à dificuldade financeira que a prefeitura enfrenta neste momento. Ainda conforme informou a assessoria, a prefeitura mantém o diálogo com a classe, através do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) há 20 dias, e afirma que na próxima segunda-feira o prefeito, juntamente com a secretária de educação do município irão realizar uma reunião com os professores. A princípio, a previsão é que seja acordado o reajuste em 8% aos professores e 6,2% para o restante dos servidores municipais. A prefeitura, no entanto, tem freado o reajuste e alega que a folha salarial já atingiu o limite máximo definido. Tayná Biazus