23 de junho de 2021
Campo Grande 30º 17º

Vereador cassado desafia MPE a prendê-lo e se diz injustiçado pois causou prejuízo de "apenas R$ 3mi

A- A+

Em sessão longa e histórica, dois vereadores de Ribas do Rio Pardo foram cassados na noite de ontem. Os 11 vereadores do município foram a favor da cassação do mandato de Claudio Siqueira Lins (PT do B) e Fabiano Duarte da Silva (PR).

Os dois foram alvo de investigações em Comissão Processante e foram considerados culpados improbidade administrativa, peculado, corrupção passiva e falsidade ideológica.

Em sua fala, o então vereador Claudio Lins se defendeu das acusações, se declarou inocente e com declarações polêmicas, causou revolta dos moradores de Ribas presentes na sessão.

“O uso abusivo de diárias não é crimes”, disse Claudio na tentativa de se defender dos desvios de recurso público por conta de diárias excessivas. O vereador ainda questionou a Câmara dizendo que queriam cassá-lo por um prejuízo de "apenas R$ 3 mil. 

Por fim, Claudio Lins partiu para o ataque contra o Ministério Público e desafiou o MPE a condená-lo alegando que embora houvesse inquérito não havia provas contra ele.