21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

GRITARIA E REVOLTA

Ao vivo: Fiéis derrubam porta de igreja ADM após pastor deixar todos na chuva

Assembleia de Deus Missões tem noite de 5ª-feira (28.jan) de 'provação'; pastor do "tapinha nas nádegas da amante" fugiu do templo sagrado

A- A+

Mais de 200 pessoas derrubaram as portas e lotaram a igreja Assembleia Deus Missões, na Rua Brilhante, Bairro Amambai em Campo Grande na noite desta 5ª-feira (28.jan.21). Os fieis estavam sendo mantidos ao lado de fora da igreja todos sob a chuva intensa após o pastor Antonio Dionízio, de 70 anos, mandar trancar as portas do local sagrado. “Gente, derrubaram tudo aqui, eu tentei conter o povo, mas eles entraram”, disse o evangelista Rudi Carlos, que ao telefone também comunicou que o pastor tenta eleger um novo chefe do templo sem o consentimento dos fiéis. 

Dionízio estava à frente da Igreja como pastor por um período superior há 40 anos, mas os fiéis decidiram por jubilar (cassar) o cargo do pastor após ele ter sido flagrado em vídeo dando um “tapa” nas nádegas de sua amante dentro do templo sagrado. “Foi só o estopim, ele já estava para ser afastado faz tempo, essa vergonha o ‘tapinha’ foi só o estopim para saída”, explicou fieis. O pastor negou a situação, dizendo que o vídeo era uma “armação”, mas no revés, casou-se às pressas com a ex-amante após sua esposa expor a situação no final de 2020.

Porém, Dionízio aludiu não estar preocupado com críticas e chegou a fazer post, que os fiéis dizem que ‘tirou onda’ em sua página do Facebook, onde escreveu: “Eu sobrevivi a 2020! E para 2021 gratidão”.

Segundo os fiéis, o pastor ignorou o escândalo e forçou seu retorno ao cargo no início do ano ele tinha se afastado voluntariamente por 60 dias após a divulgação do vídeo em outubro, apesar de afastado continuou recebendo salário de chefe do templo.

Conforme fiéis, ao retornar ao cargo de pastor, Dionízio teria feitos mudanças no estatuto da igreja para assim poder ele escolher o novo pastor e não os membros da igreja, como sempre foi. 

A polícia esteve nessa noite na Igreja e cancelou uma assembleia na igreja que estava lotada. Porém, minutos depois a assembleia que visa eleger uma nova diretoria foi retomada. Com avanço dos fiéis pelo portal da igreja, o pastor Dionízio se evadiu do local e não há até o momento informações sobre seu paradeiro. 

VEJA O VÍDEO DA SITUAÇÃO E RETOMADA DA ASSEMBLEIA