03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Bernal não comparece a reinauguração da Cidade do Natal

Na noite de ontem a reinauguração da Cidade do Natal teve os acabamentos finais minutos antes da primeira dama Miriam Gonçalves descerrar a faixa de abertura. Ao contrário dos outros anos a inauguração não reuniu um grande público como acontecia na administração do ex-prefeito Nelson Trad (PMDB). As luzes, as atrações encantavam os olhos de quem passava nos Altos da Afonso Pena.

O Diretor-Presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Julio Cesar Pereira Cabral, falou rapidamente sobre os rumores que saíram na mídia, onde acusavam o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), de destruir os sonhos dos campo-grandenses. “Neste momento o sentimento é de missão cumprida”, frisa.

Apesar da expectativa de muitos, Bernal não compareceu a abertura da Cidade do Natal, pois realizou uma cirurgia nos olhos e não poderia ter contato com luzes fortes e poeira. A cirurgia fez com que Bernal não comparecesse na quinta-feira nas oitivas da Comissão Processante, realizada pela Câmara de Vereadores.

Presente no evento, o secretário de governo, Pedro Chaves, relembrou dos momentos difíceis logo que assumiu o posto ao lado do prefeito, porém, hoje afirma que as conversas entre legislativo e executivo estão cada vez mais forte e confirma em torno de 15 vereadores na base do prefeito, entre eles, Paulo Siufi (PMDB), Jamal (PR), Edson Shimabukuro (PTB), e caso consigam reverter a cassação dos mandatos, Paulo Pedra (PDT) e Alceu Bueno (PSL). Segundo Pedra, conversas estão sendo feitas com a vereadora professora Rose (PSDB).

Guardas municipais aprovados no concurso de 2009 protestaram em frente à Cidade do Natal com faixas e um caixão simbolizando a morte do concurso que vence amanhã.

Diversas faixas foram espalhadas pelo local com a assinatura de Bernal que desejava as boas vindas.

Tayná Biazus