23 de janeiro de 2021
Campo Grande 31º 21º

Secretário confirma existência de irregularidades no CRS Coophavilla

O secretário municipal de saúde, Ivandro Fonseca, declarou na manhã de hoje durante a cerimônia de entrega da reforma da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Macaúbas - região sul de Campo Grande - que a sindicância instaurada na última sexta-feira para apurar irregularidades no CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Coophavilla II- região sul de Campo Grande  - constatou ações ilegais na unidade e identificou “médicos fantasmas” que estariam recebendo remuneração por serviços não prestados.

“Já foi confirmada a existência de irregularidades, inclusive foram identificados vários médicos com condutas ilegais. Estamos apurando os fatos e seguindo o processo legal e caso se comprove o que foi levantado vamos sugerir que os servidores devolvam aos cofres públicos o valor recebido de forma ilegal”, relata.

O secretário afirma que embora veja na devolução do dinheiro recebido indevidamente uma boa sugestão de punição, quem decide o futuro dos médicos envolvidos com as irregularidades é a procuradoria geral do município. “Após a conclusão da sindicância, o relatório será publicado no Diário Oficial e encaminhado para a procuradoria jurídica para que eles possam decidir quais procedimentos serão tomados”, pontua.

Clayton Neves