17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Tarifa de ônibus pode subir para R$ 2,92 caso prefeito não envie projeto de isenção do ISS

O vereador Eduardo Romero (PT do B) informou nesta manhã que a passagem de ônibus que hoje custa R$ 2,70 pode aumentar caso o prefeito Alcides Bernal (PP) não envie o projeto que isenta a tarifa do ISS (Imposto sobre serviços de qualquer natureza) até o final do mês para a Câmara Municipal.

“Se ele não enviar até o dia 28 de fevereiro o projeto de redução do ISS para que haja dedução do imposto, a passagem vai para R$ 2,92”, declarou.

A tarifa de ônibus foi reduzida em novembro do ano passado em R$ 0,05 após diversas emendas feitas pelos vereadores para adequar o projeto à lei de responsabilidade fiscal. Segundo o vereador, o desafio do prefeito agora é apresentar um projeto que indique uma fonte de compensação dessa receita.

A passagem pode aumentar mais que os R$ 0,05 que recebeu de redução porque o projeto aprovado em novembro também cobriu o reajuste anual feito pelo Consórcio Guaicurus às passagens.

Diana Christie