04 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Apoio de PMDB à presidenciável será decidido apenas dia 10 de junho

A- A+

O presidente regional do PMDB, deputado Junior Mochi, confirmou hoje pela manhã que a tendência do PMDB em Mato Grosso do Sul é conseguir uma liberação da executiva nacional do partido para apoiar o presidenciável Eduardo Campos (PSB) ao invés da presidente Dilma Rousseff (PT), quem tem como vice, o peemedebista Michel Temer. Segundo Mochi, independente do convite feito por Nelsinho ao PSB e a da decisão dos socialistas de que irão se aliar ao PMDB em troca da promessa de Nelsinho, pré-candidato do partido ao governo do Estado, de oferecer palanque a Eduardo Campos, a decisão final será tomada apenas no dia 10 junho, início das convenções partidárias. "Vamos conversar com todo partido e seja o que for decidido, todos terão que adotar o mesmo comportamento", afirma Mochi em alusão aos peemedebistas como o governador do Estado André Puccinelli, e o deputado estadual Jerson Domingos, que defendem o apoio a Dilma. O deputado participa neste momento da V Conferência de Vereadores de Mato Grosso do Sul na sede do Crea (Conselho Regional de Arquitetura). Heloísa Lazarini e Tayná Biazus